Alergia a ácaros da poeira

Fonte: BERNSTEIN ALLERY GROUP INC. 2009
1- O QUE É ÁCARO DA POERIA?

Apesar de haverem muitos componentes na poeira doméstica aos quais as pessoas podem se tornar alérgicas, a mais importante é o ácaro. Ele é uma criatura microscópica, parecida com aranha, que é encontrada nas casas. Os ácaros crescem primariamente em carpetes, cobertores, travesseiros, colchões, e móveis estofados. Eles sobrevivem em condições quentes e úmidas e se alimentam de escamas desprendidas da pele humana! Os dejetos produzidos pelos ácaros são altamente alergênicos. Cada ácaro produz cerca de 20 partículas fecais por dia. Os dejetos e resíduos do ácaro continuam a causar sintomas alérgicos mesmo após o ácaro que os produziu ter falecido. Além disso, a poeira doméstica contém mofo, descamação de humanos e animais, e resíduos de baratas que podem ser alergênicos.

2- ONDE OS ÁCAROS VIVEM?

O maior número de ácaros podem ser encontrados nos carpetes, que propiciam as melhores condições de calor, umidade e alimentos para seu crescimento. Os ácaros são também são abundantes em colchões, travesseiros, cobertores, móveis estofados, cortinas e tecidos similares. Ácaros fêmeas podem colocar 25 a 50 ovos, com uma nova geração sendo produzida a cada 3 semanas. É muito fácil imaginar porque carpetes e camas possam conter tantos muitos ácaros vivos e mortos.

3- O QUE PODE SER FEITO PARA CONTROLAR OS ÀCAROS DA POEIRA?

Estudos científicos de pacientes alérgicos aos ácaros da poeira tem mostrado que seguindo passos para reduzir a exposição a ácaros da poeira no quarto pode levar a uma diminuição dos sintomas alérgicos e necessidade de medicação. Ênfase é dada no quarto, porque pessoas gastam 1/ 3 ou mais de seu tempo lá, e é freqüentemente o cômodo com maior número de ácaros.

Importantes medidas de controle estão anotadas abaixo:

  • Tente manter a umidade interna ambiente entre 30 a 50% por todo o ano.
  • O cobertor, colchão e travesseiros deveriam ser encapados com tecido especial com zíper, com capas a prova de ácaros . Tambem é recomendado o uso de travesseiros de fibras de poliéster, evitando os de penas ou paina.
  • O chão deveria ser de vinil ou madeira, com tapetes laváveis somente. O carpet deve ser evitado. Entretanto, se não for possível remover o carpet, ele deveria ser aspirado com aspiradores dotados de filtros de alta eficiência (HEPA) ou sacos duplos de aspirador de pó 1 a 2 vezes por semana.
  • Evitar cortinas pesadas e persianas que acumulem pó, usar venezianas. Se cortinas forem usadas, elas deveriam ser lavadas periodicamente.
  • Lave os cobertores e roupas de cama em água quente ( acima de 50-60 graus) a cada 2 semanas. Evite lã e cobertores de pelos.
  • A limpeza da casa deveria ser feita por outra pessoa que não o alérgico. Se o alérgico realizar a limpeza, ele deveria usar uma máscara enquanto limpa e após, deixar a casa pro 30 minutos – enquanto os resíduos de ácaro de depositem. Retirar o pó com pano úmido ou pano de pó eletrostático.
  • Os ar-condicionados podem controlar o calor e umidade que estimulam o crescimento de ácaros. Entretanto, eles frequentemente podem ser suplementados com um desumidificador eficiente. Use desumidificadores em porões úmidos. Use o desumidificador e ar condicionado durante períodos de elevada umidade, particularmente de primavera a o outono. Limpe os filtros do ar condicionado mensalmente. Os filtros de ar com HEPA (elevada eficiência) podem remover as partículas aerossolizadas de ácaros mas não os ácaros que tenham se depositado nas camas e carpetes. Aparelhos portáteis, de mesa e baratos não são eficientes. Cobrir as saídas de ar com HEPA ou filtros eletrostáticos é benéfico.
  • Evitar flâmulas, enfeites de macramé, travesseiros sobressalentes e almofadas, livros e revistas, bichos de pelúcia, e objetos, brinquedos ou enfeites que acumulem pó. O mobiliário, se possível, deveria ser de madeira, couro, plástico ou metal, pois móveis estofados tendem a armazenar alérgenos do pó e ser um sítio para crescimento de ácaros.
  • Mantenha todas as roupas em um closet com as portas fechadas
  • Se usar um umidificador no inverno. Evitar a super-umidificação. Os ácaros crescem melhor em umidade relativa a 75-80%e não podem viver abaixo de 40% de umidade. Tenha certeza que o umidificador seja limpo adequadamente e para evitar o crescimento de fungos e bactérias dentro do umidificador.
  • Se for se mudar, selecione um apartamento ou casa que seja acima do solo (sem porões), tenha piso de madeira e, de preferência, quartos no segundo piso (ex, não sobre concreto que permanece úmido)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>