As alergias são doenças extremamente comuns – 20 a 30% da população mundial apresentará alguma alergia no decorrer da vida.
A rinite alérgica é a alergia mais frequente. e pode ser suspeitada quando sintomas de obstrução nasal (nariz trancado), espirros, prurido (coceira) nasal e/ou coriza ocorrem se repetem com frequência ou duram longos períodos (uma gripe, por exemplo, costuma durar de 3 a 7 dias) e podem ou não ser acompanhados por sintomas oculares ( coceira, olho vermelho, irritado, lacrimejamento) ou mesmo quadros de tosse. Os sintomas podem ocorrer de modo contínuo (todos os dias) ou em crises desencadeadas por mudanças de temperatura, contato com irritantes (cigarro, poluição) ou alérgenos ( pó, ácaros, gatos, cães, pólens de plantas ou mofo). A rinite não é uma doença grave, mas ela pode afetar bastante a qualidade de vida – e pode levar a diminuição do rendimento escolar nas crianças – imagine um nariz que sempre coça ou crises constantes de espirros como atrapalham, sem contar na qualidade do sono, que fica prejudicada. Por isto, é muito importante o diagnóstico precoce – ainda na infância – e um tratamento apropriado. A respiração pela boca constantemente pode levar inclusive a alterações dentárias e no crescimento craniofacial que são pra toda a vida. Os alérgenos mais comuns são os ácaros, seres microscópicos que vivem na poeira, por isso é tão frequente recomendarmos que se evite bichos de pelúcia no quarto, móveis estofados, carpetes e tapetes, e exposição de objetos que acumulem pó. A limpeza da casa deve ser feita com pano úmido, e o ambiente deve ficar o mais arejado e ensolarado quanto possível.
A asma, outra alergia frequente na infância, é diagnosticada quando a criança tem episódios repetidos de tosse, chiado no peito ou falta de ar, e as crises podem ser desencadeadas pelos mesmos agentes, lembrando que a maioria das crianças asmáticas também tem rinite. Para estas alergias respiratórias, além do controle ambiental, existem tratamentos modernos e eficientes, com dispositivos que entregam o medicamento no local onde está ocorrendo o problema, os chamados medicamentos tópicos de prevenção. A rinite e a asma, quando bem controladas, não trazem prejuízo algum ao bem estar e saúde dos nossos pequenos! Converse com o seu Pediatra – ele vai saber quando um tratamento preventivo deve ser iniciado!
Das alergias de pele, a Dermatite atópica (antigamente chamada “ eczema”) acontece quando a pele fica ressecada e inflamada , especialmente nas dobras de pele ou nas bochechas no caso dos bebês. Ela ocorre por fatores genéticos (herança genética) e é agravada pelo uso abusivo de sabonetes, banhos quentes e demorados, e a falta de hidratação da pele. Todos os sabonetes, mesmo os mais suaves, podem agredir o manto lipídico, camada de gordura invisível que protege a nossa pele – e como a pele dos alérgicos é mais sensível, vai reagir com a inflamação, que leva a coceira, que leva as lesões de pele. A dermatite pode ser agravada por fatores alérgicos ( ex, alergia aos ácaros) ou mesmo alergias a alimentos (mais raras, mas não menos importantes) – uma avaliação médica pode ajudar determinar quais são alérgenos, mas os cuidados com a pele são um passo importante no tratamento. Fique atento se a pele do seu filho está ressecada e coçando, avermelhada e áspera – diminua os banhos quentes, reduza o uso de sabonetes e o ideal é a aplicação de hidratantes logo após o banho, com a pele ainda úmida – isto pode ajudar muito!
Muito importante é evitar a automedicação, especialmente nas crianças – ter um Pediatra responsável pela saúde global da criança é o primeiro passo para uma infância saudável – e feliz!

Dra. Adriana Schmidt CRM 12975
Médica Alergista
Presidente do Departamento Científico de Alergia da Sociedade Parananense de Pediatria 2011-2013

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>