Cigarro: Não arrisque a saúde de seus filhos

(fonte: Patient Update- AAAAINews- Academia Americana de Alergia, Asma e Imunologia)

O fumo passivo é uma preocupação maior para os pacientes asmáticos, especialmente para crianças com asma. A exposição ao tabaco aumenta o risco para a criança não apenas de desenvolver a doença, mas também aumenta o número de hopitalizações e faltas escolares devido a crises de asma para pessoas convivendo nestas condições.
Aproximadamente 21 milhões de crianças americanas moram em casas onde alguém fuma pelo menos 1 vez na semana e mais de 19 milhões de crianças moram em casas onde há um fumante todos os dias.
EXPOSIÇÃO PRECOCE:

Muitas crianças são expostas a fumaça de cigarro mesmo antes de terem nascido. Pesquisas tem mostrado que, mesmo que um feto não possa respirar, as crianças que nascem de mães fumantes tem um risco significativamente maior de apresentar:

• Função pulmonar reduzida
• Sibilos
• Asma
• Pequeno peso ao nascimento
• Desenvolvimento de doenças alérgicas
Além disso, uma mulher grávida não tem que ser fumante para colocar o seu filho em risco. Uma exposição do bebê ainda em gestação ao cigarro está associado com uma maior incidência de asma mais tarde na vida.

Os riscos que as crianças apresentam pela exposição ao tabaco não termina com o nascimento. Por exemplo, a exposição a fumaça do cigarro está associada a Sídrome da morte súbita infantil (SIDS). Esta associação pode estar relacionada ao fato de que os recém-natos de mães que fumaram tem uma capacidade respiratória diminuída e uma resposta reduzida a baixos índices de Oxigênio.
CRIANÇAS ESPOSTAS A FUMAÇA DE CIGARRO TAMBÉM TEM RISCO AUMENTADO DE :

  • Tosse
  • Sibilos ( chio no peito)
  • Infecções de ouvido
  • Bronquite
  • Pneumonia
  • Doenças alérgicas e internamentos por asma
  • Diminuição na função pulmonar e resposta pulmonar anormal a irritantes

Filhos de fumantes também são mais propensos a retirada de amígdalas e ter mais dias afastados da escola por ano

EFEITOS POTENCIAIS A LONGO PRAZO:

Os riscos da exposição ao cigarro podem não terminar na infância. Há evidências que crianças maiores e adolescentes modelam seu comportamento espelhando-se nos pais fumantes. Adolescentes que fumam podem experimentar danos físicos pelo fumo muito rapidamente.
O cigarro é um problema de saúde pública, mas há passos que os pais devem seguir para reduzir a exposição de seus filhos à fumaça do cigarro dentro de casa. Se você fuma, seria melhor para sua própria saúde que você parasse de fumar. Se você não consegue parar, por favor faça o que é melhor para os seus filhos e nunca exponha eles a fumaça do cigarro.

  • Não fume dentro de casa nem permita que outros o façam
  • Opte por nunca fumar na presença de crianças, especialmente bebês e crianças pequenas, pois eles são particularmente suscetíveis aos efeitos do fumo passivo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>