Linguas Social
Pacientes

É necessário confirmar o email enviado.

Procedimentos

Testes Alérgicos

 

  • Os testes alérgicos aqui são realizados não mais por agulhas ou raspagens, mas com a utilização de modernos punctores. O material utilizado é padronizado e proveniente dos melhores laboratórios de produção de extratos alergênicos do Brasil e do mundo. Crianças pequenas fazem o teste no colo dos pais, enquanto crianças maiores e adultos podem fazê-lo na maca ou comodamente sentados com os braços apoiados na mesa de apoio. O teste é praticamente indolor e o resultado já pode ser lido dentro de 15 a 20 minutos. Podem ser testados inalantes, como pó, ácaros, pelos de animais, polens – gramíneas, árvores e fungos das principais espécies alergizantes em nossa região, alimentos e insetos.

 

  • Para maior confiabilidade de resultados, é feito sempre um controle positivo, utilizando-se a histamina. Caso algum local de puntura apresente as mesmas características que são observadas com a histamina, isto é, vermelhidão e um edema ( pequeno inchaço local), o resultado é interpretado como positivo. Este prurido e eritema costumam durar poucos minutos. O paciente recebe, ao final do teste, o resultado impresso com o que foi testado, mesmo os negativos para a alergia. Para a realização deste exame, é importante que o paciente se abstenha da utilização de antialérgicos pela via oral (em média 5 dias sem a medicação já é suficiente) e que o paciente não se encontre em quadro agudo de alergia, uma vez que a interpretação dos resultados do teste fica prejudicada nestas circunstâncias.

 

Testes de Contato

 

  • São realizados para avaliar a presença de alergia por contato a alguma substância, por exemplo, a alergia a algum material de borracha, couro ou metal, ou mesmo alergia a determinados cosméticos. Para a realização dos mesmos é necessária a vinda do paciente em 3 ocasiões consecutivas e a um intervalo de 48 horas – o teste é aplicado às segundas-feiras, retirado nas quartas-feiras, e uma leitura definitiva é realizadas as sextas feiras. No local onde foi aplicada a substância a qual o paciente é sensibilizado, vai surgir uma reação inflamatória circunscrita na pele, de pequenas dimensões, e que geralmente se resolve em poucos dias. 

 

Espirometria - Provas de Função Pulmonar

 

  • Exame que demonstra, através da obtenção de valores objetivos, como está a função pulmonar, comparando-se os valores obtidos pelo paciente com os valores padrão para sua idade, sexo e altura. A função pulmonar encontra-se diminuída na asma, na bronquite e em outras doenças pulmonares, como enfisema e fibroses. Na realização do exame, o paciente é solicitado a soprar com toda a força e profundamente, após ter insuflado bem os pulmões em um aparelho que mede os fluxos pulmonares instantaneamente (foto). O exame é repetido algumas vezes até que se obtenham 3 valores muito semelhantes entre si, o que demonstra a confiabilidade do exame.

 

  • Após a obtenção dos valores iniciais, o ideal é que o paciente receba medicação broncodilatadora em aerosssol (foto), e que o mesmo exame seja repetido dentro de 15 minutos. Nas doenças obstrutivas, como na asma e na bronquite, os valores após a medicação broncodilatadora serão geralmente maiores que os iniciais. A espirometria é de fundamental importância no diagnóstico e no acompanhamento de pacientes com patologias pulmonares obstrutivas, e pode ser realizada já em crianças acima dos 5 ou 6 anos. Para acompanhar a resposta ao tratamento e a evolução da doença, o ideal é que seja repetido a cada 6 meses ou anualmente. 

 

Envelhecimento Cutâneo

 

  • Com os avanços na área médica, cada vez mais se desenvolvem produtos com finalidades específicas e de acordo com as necessidades de cada tipo de pele. Com os cosméticos atualmente disponíveis, podemos atenuar rugas e marcas de expressão, atenuar ou eliminar manchas na pele, melhorar o trofismo, a hidratação, a flacidez ,enfim os modificar aspectos dos mais diversos da pele. Cada pessoa apresenta um tipo de pele, com necessidades diferentes e de acordo com sua idade, seu estilo de vida, sua bagagem genética, etc.

 

  • Bons hábitos alimentares e de sono, redução na exposição solar, uso diário de filtros solares, e menor exposição ao tabaco (cigarro), irão contribuir para uma pele mais saudável e com aspecto mais jovem em qualquer idade. O que mais envelhece uma pessoa, a médio e longo prazo, é o quanto ela se expôs ao sol e ao cigarro – diferenças gritantes começam a aparecer já a partir dos 25 a 30 anos de idade, de acordo com a exposição a esses dois grandes “vilões” do envelhecimento cutâneo. 

 

  • As necessidades de cada pele vão se diferenciando com o passar dos anos, e independentemente da idade, produtos exclusivos podem ser elaborados para auxiliar as necessidades e carências específicas de cada pessoa. Hidratação e fotoproteção já devem ser iniciados desde a infância e mantidos por toda a vida. Mesmo em jovens, vitaminas, como A, C e E podem ser utilizadas por apresentarem um efeito antioxdante, prevenindo a formação de radicais livres e ajudando na renovação celular. Já aos 30 a 40 anos, podem ser feitos cremes com efeito sobre as rugas e marcas de expressão, e mais tarde, que ajudem a ter um efeito tensor sobre a pele, atenuando ou retardando a ocorrência da flacidez.

 

  • Com o estudo da medicina moderna podem ser elaborados cremes que preencham as necessidades daquela pessoa e naquele momento em particular. Por outro lado, quando massificamos produtos médicos, deixamos de alcançar os objetivos/necessidades individuais, pois cada pele é diferente - com a manipulação dos cosméticos podemos alcançar resultados muito melhores que os cremes feitos para a “massa”, seja qual for a marca – e muitas vezes pagamos muito mais pela marca do que pelo que há no pote! Também os produtos no comércio são “cosméticos”, e não “medicamentos”, e não podem conter em sua fórmula concentrações elevadas de princípios ativos que podem ser importantes para determinadas pessoas apenas. 

 

  • Somente um médico com experiência em medicina, seja ele um Dermatologista, um Alergista, um Cirurgião plástico, mas, independente da especialidade, que tenha formação em Medicina, poderá, após avaliação minuciosa de todos os fatores envolvidos, orientar um creme ou um tratamento cosmiátrico específico, com grandes chances de bons resultados! A beleza não é futilidade e está intimamente ligada a qualidade de vida, e esta à saúde! 

 

Peeling

 

  • Um peeling superficial – peeling é oriundo do verbo inglês “to peel – consiste na renovação das camadas da epiderme, onde as células envelhecidas e danificadas da epiderme são substituídas por células jovens, melhorando o turgor e o aspecto da face, e ajudando a diminuir rugas superficials e manchas. Após o preparo da pele, com limpeza profunda, esfoliação, tonificação e desengorduramento da pele, é aplicada uma solução contendo ácidos (os mesmos varias de acordo com o tipo de pele e os resultados desejados). Os resultados são mais evidentes 15 a 30 dias após o peeling, havendo entre o 3 e o 13º dia, uma descamação cutânea superficial, e algumas áreas de eritema ( vermelhidão), que devem ceder dentro de poucos dias.

 

  • Após a aplicação os cuidados em relação ao sol devem ser redobrados, e o uso de cremes especiais para manutenção e aprimoramento dos resultados deverá ser mantido por 2 a 3 meses. Os resultados serão mais duradouros na medida que se intensifique os cuidados com a pele, com o uso de cremes nutritivos próprios para a pele à noite e o uso constante de filtros solares. O peeling pode ser aliado a outras técnicas de rejuvenescimento, como toxina botulínica e preenchimetos para levar a um rejuvenescimento facial, retardando procedimentos cirúrgicos.
TOXINA BOTULÍNICA – tudo sobre “Botox”
Esclareça todas as suas dúvidas!
 
A toxina botulínica (popularmente conhecido como Botox , onabotulinumtoxina A ) é um material que tem sido estudado há mais de um século e usado para fins médicos há mais de 50 anos. Seus usos iniciais foram para o estrabismo (olhos vesgos), blefaroespasmo (espasmos involuntários das pálpebras) e  distonia cervical (pescoço torto) . Em 2002 , foi aprovado para a melhoria e relaxamento das linhas de expressão dos olhos (pés de galinha) na glabela (área entre os olhos) e na testa.  Ele tem sido utilizado com sucesso em mais de mais de 11 milhões de pacientes desde seu lançamento com base em estimativas a partir de dados fornecidos por um dos principais fabricantes do produto. Em 2004 foi aprovado para hiperidrose (sudorese excessiva) e, em 2010 , foi aprovado para o tratamento de enxaquecas.
Um equívoco comum é que o Botox paralisa os músculos da face. Embora isso possa acontecer com a aplicação de grandes quantidades, a maioria dos médicos se esforçam para injetar a quantidade que permite que o paciente tenha alguma atividade limitada, mas não tanto que permita a formação de rugas. Os pacientes não ficarão sem expressão , mas reduzirão caretas e vícios de movimento que se tornam hábitos e que irão levar as rugas com o decorrer do tempo.
Quando feito corretamente, a maioria das pessoas não vai notar que o procedimento foi realizado, mas , simplesmente, que o paciente parece mais descansado ou mais jovem. Outro equívoco é que ele daria volume aos tecidos – isto não é verdade, pois este produto não é um preenchedor, e os locais onde ele é aplicado não tem aumento de volume ou textura – ele apenas relaxa a musculatura subjacente.
 
Como age a toxina botulínica? Em quanto tempo começa a fazer efeito e quanto tempo dura este efeito?
 
A bactéria Clostridium botulinum produz 7 toxinas distintas, denominadas pelas letras de A a G.  A  toxina botulínica A causa paralisia por inibir da liberação da acetilcolina na junção neuromuscular (a acetilcolina é a responsável pela contração muscular) .
 
A toxina requer 24-72 horas para agir, podendo, em circunstâncias muito raras , necessitar de até 7 dias para o efeito total a ser observado, e a duração do efeito é variável – em pessoas que fazem muita mímica facial (caretas), ela poderá ser aplicada a cada 4 meses. Para finalidades estéticas, recomenda-se uma aplicação a cada 6 meses, e no caso da hiperidrose axilar (sudorese excessiva nas axilas) uma reaplicação a cada 12 meses parece ser suficiente.
 
Quais as principais indicações atuais para injeções de toxina botulínica?
 
linhas hiperfuncionais (rugas dinâmicas)
Hiperidrose (sudorese excessiva)
Espasmos hemifacias (tremores ou contrações involuntárias de metade da face)
Paralisia de Bell (um tipo de paralisia facial)
Blefaroespasmo (espasmos das p&am
Formas de Pagamento