O cigarro vicia muito mais do que o álcool, haja vista o grande número de pessoas que bebem apenas socialmente, enquanto a maioria dos fumantes tem a necessidade de fumar diariamente. A fumaça do cigarro contém mais de 4 mil substâncias, tóxicas e muitas altamente cancerígenas, e sabe-se que a indústria do tabaco vem gradualmente aumentando a concentração de substâncias viciantes, para levar os menos avisados – na maioria jovens – que, na ingenuidade de que fumarão apenas “socialmente” dão o primeiro passo a uma dependência química de difícil tratamento e que pode lhes custar a vida – um fumante vivem em média, 8 anos a menos do que os não fumantes, e está predisposto a uma série de doenças que vão diminuir em muito a sua qualidade de vida. Mas há grande interesse financeiro – a grande massa fumando gera impostos e taxas e alimenta uma idústria poderosa, talvez o único fato que justifique a não proibição da venda e distribuição do cigarro mesmo quando tanto já se sabe dos malefícios que ele causa!! Mas, para os jovens, fumar parece ter se tornado “chique”, por ser um desafio – desafio a saúde, desafio ao tempo, como se eles nunca estarão em uma cama, inválidos, com fome de ar e amargando as conseqüências de uma irresponsabilidade que os levou a um vício tão maldito…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>