A VIDA Ë BELA

A Médica Dra Adriana Schmidt fala sobre qualidade de vida e beleza, e alerta que toda mulher deve se colocar como prioridade

Se a médica Adriana Vidal Schmidt pudesse dar só uma dica
nesta entrevista seria esta: use filtro solar. Graduada há 22 anos, ela é especialista em Alergia e Imunologia e tem sido reconhecida por pacientes que buscam melhorar a qualidade de vida utilizando o que há de mais moderno em cuidados com a pele e o corpo.
Como se sabe, os benefícios a longo prazo do filtro solar estão provados e comprovados pela ciência, e a Dra. Adriana lembra que além de prevenir câncer de pele, o protetor é um grande aliado para evitar manchas, rugas e flacidez.
Presidente do Departamento Científico de Alergia da Sociedade Paranaense de Pediatria, Membro da Academia Americana de Alergia e da Academia Europeia de Dermatologia,  ela é uma entusiasta sobre as novas tecnologias e pesquisas da área de alergias de pele e tratamentos estéticos. No início do ano esteve em Denver nos Estados Unidos, onde participou do 72o Encontro Anual da Academia Americana de Dermatologia, um dos maiores em nível mundial. Além de estar presente em debates, a médica participou de palestras e workshops, trazendo o que há de mais atual para Curitiba.
Investindo sempre na sua beleza e na beleza de seus pacientes, ela em nada lembra a menina tímida de sofria bullyng no colégio, e há quem diga que é o melhor cartão de visitas de seu trabalho. Periodicamente recebe suas pacientes  para encontros chamados Meeting Care, que já contou com 21 Edições, além de outros eventos que realiza e participa, abordando temas como cuidados com a saúde, beleza e bem estar.

Convidamos a Dra Adriana Schmidt para um bate papo descontraído sobre qualidade de Vida e Beleza e descobrimos um pouco mais sobre esta médica cheia de atitude.

QUAIS AS MAIORES DIFICULDADES DA MULHER ATUAL?

Não existe outra profissão em que você tenha tanto acesso a conhecer as pessoas e suas histórias como na Medicina. Minha consulta costuma ser de 1 hora, as vezes mais, porque eu gosto de conhecer bem o paciente para poder intervir em benefício dele. Então realmente escuto muito as mulheres e seus desabafos, e sinto que nós somos muito cobradas na atualidade. Temos que ser boas mães, boas esposas, boas profissionais, e ainda somos bombardeadas pela mídia para seguirmos um padrão de beleza. Ao mesmo tempo em que temos acesso a muitas informações, não sabemos como lidar com elas.

O QUE VOCÊ DIRIA PARA ESSA MULHER?
Eu diria que ter um olhar mais amoroso e menos crítico em relação a si e aos outro ajuda muito a  levar a vida mais leve. Olhar um pouco mais para dentro de si, ter autoconhecimento, se colocar como prioridade quem Porque aquela pessoa que prioriza seu bem estar, sua saúde, suas necessidades físicas e psíquicas, que sabe suas qualidades e respeita seus limites está mais perto de ter uma vida produtiva e feliz! E está mais apta a compartilhar  e estabelecer relações sociais sólidas – o respeito e a amizade são a base de todas as relações humanas, convém cultivá-los, sempre!

TODOS CONCORDAM QUE VIVEMOS UMA DITADURA DA BELEZA. MAS QUAL É O LIMITE PARA TRATAMENTOS E INTERVENÇÕES?

Algumas pessoas vão te admirar e outras vão te odiar pelos mesmos motivos. Mas ninguém sabe a sua história, elas não viveram a sua vida para poder julgar. Acho que o limite, seja na beleza ou em qualquer área da sua vida, é a felicidade. Se você é feliz com as suas escolhas e não está prejudicando ninguém, vá em frente, persevere nelas. Agora, se você está infeliz, está na hora de mudar, de encontrar outro caminho, outra alternativa.

COMO VOCÊ LIDA PESSOALMENTE COM A BELEZA?
Eu hoje me sinto feliz, muito realizada, não tinha idéia de que envelhecer pudesse ser tão bom. No sentido de amadurecer, de ver a vida com outros olhos e de sorver o que é realmente importante. Cuido da alimentação, atividade física, uso muito filtro solar, cosméticos, Nutri cosméticos e procuro estar com os meus procedimentos estéticos em dia.

MAS NÃO É CONTRADITÓRIO? QUANDO SE FAZ PROCEDIMENTOS NÃO É PARA SE PARECER MAIS JOVEM?
Não, eu nunca quis parecer mais jovem, tanto que declaro a minha idade. Eu vou fazer 47 anos,  e quando eu fizer 50 vai ser uma festa enorme, com muito orgulho. Os meus tratamentos não são para as pessoas se tornarem caricaturas do que foram quando eram jovens, mas para que elas se sintam bem dentro da idade que tem.

E VOCÊ FARÁ SEMPRE?

Quando você decide que não vale mais a pena tentar melhorar? Acho que esse dia nunca irá chegar (risos). Se olhar fotos minhas de 10 anos atrás vai ver que  eu estou muito melhor hoje. E não é porque estou parecendo uma menina de 15 anos, é porque eu estou bem dentro da idade que eu tenho, estou mais feliz. Na verdade, meu trabalho é ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas. Seja tratando alergias ou problemas de saúde, seja  deixando as pessoas mais bonitas. Tento ajudar no que posso, e acredito que o que fazemos pelos outros, volta pra gente!

A BELEZA TEM IMPORTÂNCIA NO COMPORTAMENTO DAS PESSOAS?

Com certeza, é sempre melhor enfeitar a vida, a circunstância que você está vivendo e você mesmo(a), porque senão fica tudo muito cinza, sem graça. Quando a gente gosta do que vê no espelho, enfrenta os desafios da vida com mais entusiasmo. Quando uma pessoa está deprimida, um dos primeiros sinais é deixar de  cuidar da sua aparência,  mas conheço pessoas que tem zero de vaidade e que são extremamente felizes e realizadas. Não é obrigatório, você não precisa seguir os padrões da moda, mas seja fiel ao que te faz feliz!

VOCÊ É RECONHECIDA COMO UMA PROFISSIONAL QUE SE ESPECIALIZA MUITO, QUE ESTÁ SEMPRE BUSCANDO NOVIDADES NA SUA ÁREA. QUAL SUA INSPIRAÇÃO?

Minha mãe. Ela ensinou que eu tenho que dar o melhor de mim, sempre, procurar me superar a cada dia, fazer melhor, que a diferença entre o “fazer” e o fazer bem é o “bem. E a sempre deixar melhor o lugar por onde passar, deixar boas lembranças! Ou seja, ter a resposta para a pergunta: Qual a contribuição que você vai deixar para o mundo? Eu procuro ser uma médica que atua na qualidade de vida dos pacientes, seja cuidando da saúde ou ajudando a corrigir problemas estéticos e de autoestima. E adoro ensinar, compartilhar o que aprendi, na carreira e na vida. Me sinto bem fazendo a diferença na vida das pessoas, e elas tem retribuído a altura! – sou hoje uma pessoa feliz, faço o que gosto, e na minha bagagem só deixo espaço para as coisas boas!

(Entrevista concedida do jornalista Luis Fernando Carneiro para a edição de outubro de 2014 da Revista Viver

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>